dezembro 2017

Sylvia Plath

Sylvia Plath

menos de 1 minuto Depois de muito tempo fora de catálogo, chega às livrarias a 2a. edição de Os diários de Sylvia Plath, num volume de 824 páginas, publicado pela Editora Biblioteca Azul, com tradução de Celso Nogueira. Acesse pelo link http://folha.com/no1947038 entrevista que Karen V. Kukil, curadora das coleções especiais de Smith College, concedeu ao jornal Folha de São Paulo.  

Um homem célebre sem qualidades

3 minutos Por Ernani Terra© O ano que termina foi excepcional para mim: dois livros publicados, dois outros prontos para serem lançados em 2018, três artigos publicados, congressos, viagens, novos amigos. Não posso reclamar que ele termine para mim um pouco melancólico. A melancolia me traz à memória o Pestana, “Ah! o senhor é que é o Pestana?”. Esse Pestana é o Pestana, compositor de polcas, personagem do conto Um homem célebre, de Machado de Assis, que começa exatamente pela frase que reproduzi anteriormente. Continue lendo

Retrospectiva 2017

4 minutos Fim de ano, época de balanços e inventários, de listas com os melhores e piores do ano. Este blogue tem apenas sete dias, portanto não há como escolher a crônica mais curtida. Recorro então à minha página do Facebook e descubro que meu texto mais curtido em 2017 foi uma crônica publicada em 27 de março. Para aqueles que já a leram no Facebook, fica valendo como Retrospectiva 2017. Para os que ainda não leram, segue a crônica. A rainha das conjunções Continue lendo

Linguística e bombas

2 minutos ​Por Ernani Terra© Meio doente, sem muita força para trabalhar resolvi assistir à série Manhunt: Unabomber na Netflix. Baseada em fatos reais, conta a história de Theodore Kaczynski, o Unabomber. Dotado de um QI elevado, cursou a Universidade de Harvard, onde se formou em Matemática. Personalidade estranha, vivia isolado numa cabana e foi responsável por vários atentados a bomba, que provocaram a morte de três pessoas e ferimentos em muitas outras. As bombas eram enviadas pelo correio e explodiam assim  que o Continue lendo

Estrangeirismos

4 minutos Por Ernani Terra© Neste Natal, recebi pelo WhatsApp, por e-mail, pelo Messenger e também por posts no Facebook, mensagens de feliz Natal, muitas delas contendo GIFs, emojis e emoticons. Grande parte delas, em vez de desejar feliz Natal, apresentava a mensagem Mary Christmas. Isso me levou a escrever este post no meu blog, que eu prefiro grafar blogue. Lembrei-me do deputado Aldo Rebelo, que queria banir por decreto os estrangeirismos do português: uma cruzada digna de um exército de Brancaleone, sobretudo porque, Continue lendo